FUNDAFFEMG - Fundação AFFEMG de Assistência e Saúde

 Novos membros no Conselho Curador

 No dia 14 de junho, os Auditores Fiscais de Tributos Estaduais José Luiz de Lima, Mônica Schusterschitz da Silva Araujo e Vera Maria Sampaio Teixeira Zambelli Loyola tomaram posse como membros suplentes do Conselho Curador da FUNDAFFEMG. Eles substituíram Arnaldo Tadeu Guimarães, Fabrício Franco de Souza e Leonardo Augusto Rodrigues Borges. 

Como funciona a Assistência Domiciliar?

Segundo a Resolução nº 01/2016 do Conselho Curador da FUNDAFFEMG, a Assistência Domiciliar (PAD) é o conjunto de atividades de caráter ambulatorial, programadas e  continuadas, realizadas em domicílio, que visam cuidar da saúde do beneficiário acamado ou restrito ao leito e/ou cronicamente enfermo, com limitações para deambular ou funcionalmente dependente, mediante suporte familiar efetivo. A finalidade é maximizar o nível de independência do paciente, atuando de forma preventiva e curativa. Separamos alguns artigos do documento que está disponível na íntegra aqui.

Cuide dos seus olhos

Oitenta por cento de todas as informações que recebemos pelo cérebro chegam por meio da visão. Por esse e outros motivos os cuidados com a saúde ocular são fundamentais. Para se ter uma ideia, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), entre 60% e 80% dos casos de cegueira são evitáveis e tratáveis

 FUNDAFFEMG completa 33 anos

Há 33 anos, Sinval Pereira da Silva percebeu que a classe fiscal de Minas Gerais precisava de um serviço de saúde de qualidade e, depois de assumir a vice-presidência da AFFEMG, contratou dois médicos para atender o público. Ele notou que seriam necessários aprimoramentos e, juntamente, com sua equipe, começou a realizar visitas técnicas a hospitais e consultórios para iniciar a rede de credenciados. Nascia aí o Plano AFFEMG-Saúde, com apenas 263 beneficiários. 

..

Menopausa


Muitas mulheres temem a chegada da menopausa. Ela caracteriza o início da fase não reprodutiva feminina, e é iniciada após a última menstruação espontânea, encerrando os ciclos menstruais e ovulatórios.

 A menopausa só é confirmada após um ano do último fluxo menstrual e por meio dos exames de medição hormonal – principalmente, nos casos de uso dos métodos contraceptivos que suspendem a menstruação.

 

Normalmente, a menopausa aparece entre os 45 e 55 anos, mas há situações em que ela surge de forma precoce ou tardia. No primeiro caso, ela pode se manifestar antes desse período, devido a cirurgias de retirada do útero ou dos ovários.

 

A transição entre a fase reprodutiva e a não reprodutiva da mulher é chamada de climatério. O principal indício do climatério é a escassez da menstruação, que deixa de ser regular e começa a vir com intervalos maiores, até ser interrompida.

 

Nessa etapa, os hormônios estrogênio e progesterona deixam de ser produzidos, trazendo alterações para o corpo, como diminuição do desejo sexual, insônia e ondas de calor. Além disso, as mudanças hormonais influenciam o metabolismo, podendo provocar o aumento do peso e facilitar o aparecimento ou o agravamento de doenças cardiovasculares, colesterol alto, osteoporose e depressão.

 

CONVIVENDO COM A MENOPAUSA

Manter a preocupação com a saúde e a autoestima elevada é essencial para conviver com a menopausa. Para evitar complicações, a mulher deve continuar com as consultas regulares com o ginecologista e o cardiologista. Para o bem-estar da mulher, e de acordo com cada caso, o médico pode indicar uma terapia de reposição hormonal, a fim de amenizar algum sintoma.

Em caso de depressão ou baixa autoestima, o suporte de um psicólogo é fundamental. Além disso, praticar atividades físicas vai manter o corpo ativo e evitar o ganho de peso. Métodos sem medicamento, como acupuntura e exercícios corporais, também são indicados para o conforto físico e mental.

 

Informações retiradas do site www.gineco.com.br/saude-feminina.

..........................................................................................................................................
 [volta página anterior]
 
 
Receba nosso

Boletim Eletrônico


.............................................................................................................................................................................................
Rua Sergipe, 893 . Savassi - BH/MG - CEP:30130-171 . Telefone (31)2103-5858