FUNDAFFEMG - Fundação AFFEMG de Assistência e Saúde

Combate e Prevenção da Hanseníase

No último domingo de janeiro, comemora-se o Dia Mundial de Combate à Hanseníase e o Dia Nacional de Combate e Prevenção da Hanseníase, conscientizando a todos sobre os sintomas, os perigos e a importância do diagnóstico precoce da doença. Antigamente, quando os aspectos da enfermidade ainda eram pouco conhecidos, os portadores da hanseníase eram associados a impurezas, sendo excluídos do convívio social. Por isso, a data também ajuda a evitar que mais pacientes sejam vítimas do preconceito.

Fibromialgia

A Fibromialgia é uma doença reumatológica, que provoca dores generalizadas pelo corpo, principalmente nas articulações e nos tendões. O paciente apresenta fadiga, intolerância ao exercício físico e sono não repousante – sensação de continuar cansado, mesmo depois de dormir. Na maioria dos casos, a doença afeta o público feminino. As mulheres entre 30 e 55 anos são as mais atingidas. No entanto, pessoas idosas, crianças e adolescentes também podem desenvolver a síndrome.

Febre Amarela

Minas Gerais está em alerta para os casos de Febre Amarela Silvestre. Se você mora ou vai viajar para regiões de risco, vacine-se!

Mamografia: uma chance para realizar o exame!

De acordo com o Instituto Nacional de Câncer (INCA), o câncer de mama é o que mais afeta a população mundial e brasileira. O percentual só não é maior do que o de pele não melanoma. A última estimativa divulgada pelo instituto era de que 57.960 novos casos fossem diagnosticados no Brasil em 2016/2017. Por essas e outras razões, o câncer de mama tem sido tratado como prioridade da agenda de saúde do país.

..

Alergia Alimentar


Todos os anos, milhões de pessoas são afetadas pela alergia alimentar, que, de acordo com a Associação Brasileira de Imunologia, atinge 7% da população do país.  Por esse motivo, é preciso ficar atento a essa reação, para tomar as devidas precauções e evitar problemas mais graves.

As alergias alimentares ocorrem quando o sistema imunológico detecta alguma proteína, que ele julga nociva ao corpo, e libera a histamina, substância produzida pelo organismo em resposta à presença de alérgenos, para se proteger. Amendoim, ovos, leite, soja, castanhas, trigo, peixes e crustáceos são alguns dos principais alimentos que provocam a alergia.

Há quem confunda alergia e intolerância alimentar. Entretanto, são condições diferentes. Na intolerância alimentar, o organismo não digere um grupo de alimentos por completo, devido à falta ou à deficiência de enzimas específicas desse processo. Enquanto, na alergia alimentar, há uma reação imunológica imediata, causada pelo anticorpo IgE (imunoglobina IgE), que ocorre logo após a ingestão ou o contato do organismo com determinado alimento.

Quando alguém possui alergia alimentar, o corpo recebe o alimento como inimigo e reage, enviando células de defesa para combatê-lo. Olhos e lábios inchados, tosse, coceira, falta de ar e diarreia são algumas das manifestações do organismo. Em casos mais graves, pode ocorrer o choque anafilático. A anafilaxia é a reação alérgica aguda e súbita, provocada pela hipersensibilidade a uma substância considerada nociva. Nessa situação, o socorro deve ser imediato, pois o paciente corre risco de vida.

Caso apresente algum desses sinais, é importante consultar um especialista o mais rápido possível. Os sintomas ajudarão o médico a concluir o diagnóstico. Testes cutâneos, dosagem de IgE específica, dieta de exclusão e testes de provocação oral são alguns dos exames realizados para identificar se o paciente possui a alergia alimentar.

A prática de dietas específicas e a exclusão do alimento que causa reações são tratamentos eficazes contra a alergia. A ingestão de suplementos probióticos também estimula a função imunológica, reduzindo os riscos de o indivíduo desenvolver a reação. Vitamina B5 e L-glutamina podem ajudar na manutenção intestinal e na defesa do organismo.

 

Informações retiradas dos portais minhavida.com.br e media.rtp.pt

 

..........................................................................................................................................
 [volta página anterior]
 
 
Receba nosso

Boletim Eletrônico


.............................................................................................................................................................................................
FUNDAFFEMG   |   Rua Sergipe, 893   .   Funcionários   .   30130-171   .   BH/MG   .   Tel (31) 2103-5858   .   Fax (31) 2103-5890