FUNDAFFEMG - Fundação AFFEMG de Assistência e Saúde

Proteção contra a gripe

  

A FUNDAFFEMG promove anualmente uma Campanha de Vacinação contra a gripe para os beneficiários. Em 2018, a ação foi realizada entre os dias 23 e 27 de abril em 32 cidades mineiras. A vacina oferecida foi a quadrivalente e, ao todo, 5.708 beneficiários foram imunizados.

 

Guia de Contingência: quando utilizar?

 

O documento possibilita que os profissionais da saúde atendam mesmo em caso de interrupção temporária das trocas eletrônicas feitas entre conveniados e as operadoras.

 

Como funciona o credenciamento de Prestadores?

 

O credenciamento de prestadores que atenderão pelo Plano FUNDAFFEMG-Saúde é feito a partir da análise da atual rede credenciada e identificação das necessidades. Para garantir a qualidade dos serviços, alguns critérios são levados em consideração na seleção.

 

 

 CPS: atendimento completo para você

A FUNDAFFEMG possui três Centros de Promoção da Saúde (CPS) onde os beneficiários podem agendar consultas em várias especialidades. Modernas e confortáveis, suas instalações contam com uma equipe de profissionais que atua de forma integrada para entender as necessidades e os fatores de risco de cada paciente e oferecer tratamentos completos.

..

Como a poluição do ar impacta a sua saúde


Dados preliminares de um estudo, obtidos pelo jornal O Estado de S. Paulo, revelam que respirar o ar da capital paulista por duas horas, no trânsito, equivale a fumar um cigarro. A pesquisa, realizada por estudiosos da Universidade de São Paulo (USP), é inédita e pretende comparar os impactos da poluição aos danos causados pelo tabagismo. A conclusão, até agora, é de que o pulmão de um morador da cidade, em 30 anos, estaria igual ao de um fumante leve – aquele que consome menos de dez cigarros por dia.

Para chegar aos resultados, os pesquisadores mediram a quantidade de carbono no pulmão de pessoas já falecidas, ao mesmo tempo em que investigavam o estilo de vida que elas tinham. Por meio de entrevistas com familiares dos pacientes, eles obtiveram informações de onde viviam, qual era a profissão, quanto tempo ficavam no trânsito e se fumavam ou eram fumantes passivos. Com isso, os estudiosos poderiam notar como a pessoa se expunha ao carbono que se acumulou no pulmão.
Essa pesquisa comprova o tanto que a poluição é prejudicial à nossa saúde. E sabemos que ela não está apenas no trânsito de São Paulo. De acordo com a ONU Meio Ambiente e a Organização Mundial da Saúde (OMS), estima-se que a poluição do ar mata cerca de 7 milhões de pessoas ao ano. Além disso, 80% das cidades teriam o nível de poluição acima do recomendado.
As consequências disso não são apenas os problemas respiratórios. Além dos danos ambientais, como a redução da camada de ozônio, a poluição do ar também provoca uma série de alterações no corpo, como as irritações nos olhos – devido à secura. O estudo em questão aponta, ainda, uma possível relação entre a poluição e a obesidade, pois as impurezas do ar poderiam causar redução do metabolismo e modificações hormonais relacionadas à saciedade.


Outros estudos analisam mais impactos da poluição do ar ao organismo:


•    A luz do sol não chega ao corpo na quantidade que deveria, por causa da camada de poluição, provocando a deficiência da vitamina D.
•    Doenças neurodegenerativas, como Alzheimer e Parkinson, teriam a progressão acelerada.
•    Doenças cardiovasculares podem ser pioradas.
•    O risco de nascimento de bebês prematuros ou com baixo peso aumentaria.

Informações retiradas do jornal O Estado de S. Paulo

..........................................................................................................................................
 [volta página anterior]
 
 
Receba nosso

Boletim Eletrônico


.............................................................................................................................................................................................
Rua Sergipe, 893 . Savassi - BH/MG - CEP:30130-171 . Telefone (31)2103-5858