FUNDAFFEMG - Fundação AFFEMG de Assistência e Saúde

Gripe 2019: Vacine-se antes do inverno

O outono já começou e, no período, cresce a incidência de gripes ocasionadas pelo vírus influenza. Como ele sofre mutações, a vacina contra a doença precisa ser atualizada  anualmente, a fim de combater, de forma efetiva, todas as variedades sazonais do microrganismo.

Mamografia: exame que salva vidas

A mulher conta com um aliado na luta contra o câncer de mama. Trata-se do exame, que, dada a sua importância, possui até um dia dedicado a ele: o Dia Nacional da Mamografia, lembrado em 5 de fevereiro. A data foi instituída em 2008 no Brasil para sensibilizar a população sobre o tema. E o alerta é necessário: a cobertura mamográ­fica no país está longe de alcançar os patamares indicados pela Organização Mundial da Saúde (OMS). A recomendação é que ao menos 70% das mulheres entre 50 e 69 anos realizem periodicamente o exame. Mas, em 2017, apenas 24,1% da população feminina nessa faixa etária fez a mamogra­fia – o pior índice nos últimos cinco anos.

A luta das mulheres está só começando

 

Ser mulher ainda é um desa­fio no Brasil e no mundo. É por isso que a data dedicada a elas, o Dia da Mulher (8 de março), tem se tornado um momento para comemorar avanços, mas também para colocar em pauta os desafios relacionados ao gênero.

Dengue, zika e chikungunya: saiba suas diferenças e como evitar as doenças

Verão é sinônimo de altas temperaturas e grande volume de chuvas, ideais para a proliferação do mosquito urbano que quase todo brasileiro conhece: o Aedes aegypti, causador da dengue, zika e chikungunya. De forma geral, as doenças provocam febre, dores de cabeça e nas articulações, além de enjoo e manchas pelo corpo. Mas há diferenças importantes que influenciam no tratamento de cada uma.

..

Entenda porque o FUNDAFFEMG-Saúde é um plano de abrangência estadual


O FUNDAFFEMG-Saúde atende Auditores Fiscais da Receita Estadual vinculados à Associação dos Funcionários Fiscais do Estado de Minas Gerais (AFFEMG) e seus dependentes e agregados. Como a categoria está espalhada por toda a Minas Gerais, ficou definido, desde sua criação, em 1985, que a abrangência seria estadual.

O modelo seguido pelo Plano é o de autogestão, pois ele está vinculado a uma categoria profissional e não possui fins lucrativos. Logo, os próprios beneficiários compartilham entre si os custos provenientes do atendimento médico/hospitalar, num sistema de mútua ajuda, o de rateio, conforme definido em regulamento próprio. Ampliar a cobertura para todo o país implicaria ter rede de credenciados em todos os Estados e garantia elevada de recursos financeiros junto à ANS, portanto um aumento de despesas significativo.

Vale lembrar, porém, que, apesar da abrangência do FUNDAFFEMG-Saúde ser estatual, ou seja, restrita à Minas Gerais, atendimentos de urgência e emergência podem ser realizados em outros Estados do Brasil, graças às parcerias que a FUNDAFFEMG mantém com outros planos de saúde de autogestão filiados à Federação Brasileira de Associações de Fiscais de Tributos Estaduais (Febrafite).

A lista completa das reciprocidades está disponível aqui.

 

..........................................................................................................................................
 [volta página anterior]
 
 
Receba nosso

Boletim Eletrônico


.............................................................................................................................................................................................
Rua Sergipe, 893 . Savassi - BH/MG - CEP:30130-171 . Telefone (31)2103-5858