FUNDAFFEMG - Fundação AFFEMG de Assistência e Saúde

Divirta-se nas festas de fim de ano com saúde

Fim de ano é sinônimo de celebração, já que o período estimula a confraternização e comunhão entre as pessoas. Normalmente, acontecem encontros em diversos tipos de ambientes, principalmente em casa e no trabalho, mostrando como é importante partilhar os bons momentos vividos com aqueles que amamos. 

Porém, não é só isso que torna essa ocasião muito atrativa. A mesa farta, sem dúvida, é mais um importante protagonista neste período!

Crianças devem ser acompanhadas pelo médico desde o nascimento  

Você sabe por que os primeiros mil dias de vida são fundamentais para uma criança? É nesse período que as bases para uma boa saúde, crescimento e  neurodesenvolvimento se estabelecem, segundo o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef, na sigla em inglês). “É imprescindível que seja oferecido à criança um ambiente que lhe proporcione as melhores condições para que desenvolva todo o seu potencial”, orienta a pediatra Giane Chaves, que atende no Centro de Promoção da Saúde (CPS) de Belo Horizonte. Alimentação saudável e relacionamento próximo e atento com seu filho são requisitos importantes. Acompanhar o desenvolvimento do pequeno com um pediatra de confiança, também.

Evite o câncer de peito aberto

Outubro é o mês em que tradicionalmente a prevenção ao câncer de mama ganha destaque. Mas, como ressalta a Sociedade Brasileira de Mastologia (SBM), o cuidado deve ser constante e fazer parte da rotina de saúde da mulher, com autoexame, consultas ao médico especialista e realização anual da mamografia, a partir dos 40 anos.

Envelhecendo com saúde

Em 2018, a expectativa de vida da população brasileira alcançou a maior média da história: 76 anos, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O instituto estima que, até 2060, 25,5% do total de brasileiros terá mais que 65 anos – atualmente, o percentual de idosos é 9,2%. Se o número de pessoas mais velhas está crescendo, nem todo mundo sabe responder à seguinte pergunta: qual a fórmula para envelhecer com saúde?

..

Cigarro: apague esse vício!


No Brasil, dados do Instituto Nacional de Câncer (INCA) mostram que 156 mil mortes relacionadas ao tabagismo são registradas todos os anos. Conheça o Grupo de Apoio à Cessação do Tabagismo Bons Ares, oferecido pelo FUNDAFFEMG, em Belo Horizonte, e histórias inspiradoras de beneficiários que decidiram abandonar o vício.

 

O cigarro é composto por 4.700 substâncias químicas tóxicas e contribui para o aparecimento de aproximadamente 50 doenças, principalmente cardiovasculares e respiratórias obstrutivas crônicas, além de câncer. Estatísticas do INCA mostram que os fumantes possuem um risco dez vezes maior de ter câncer de pulmão, cinco vezes maior de infarto, bronquite crônica e enfisema pulmonar e duas vezes maior de derrames cerebrais.

 

Motivos para parar de fumar não faltam. “É preciso ter força de vontade e determinação”, afirma Thalia do Amaral Silva Mourão, secretária da presidência da AFFEMG e beneficiária do FUNDAFFEMG-Saúde, que fumou durante 35 anos. Em 2008, ela e o marido, Renato Márcio, conheceram o Grupo de Apoio à Cessação do Tabagismo Bons Ares, oferecido pelo Plano, em Belo Horizonte, e decidiram dar o primeiro passo para abandonar o vício. “Começamos as atividades despretensiosamente e hoje percebemos que foi uma escolha acertada. O apoio que recebemos foi fundamental para conseguirmos parar”, diz. O início é a etapa mais difícil. “Sentia muita ansiedade. O medicamento prescrito e as caminhadas longas ajudavam a aliviar”, conta Roberto Borges, Conselheiro Fiscal da FUNDAFFEMG, que fumou durante 30 anos. Ele decidiu parar por saber que o hábito é prejudicial à saúde e conseguiu com a ajuda do Grupo.

 

A lista de conquistas citadas pelos beneficiários após largarem o cigarro é grande. Melhoria do paladar, do olfato e da capacidade aeróbica, além do rejuvenescimento da pele, foram as principais citadas por Thalia. Já Roberto contou que parou de sofrer com inflamações na gengiva.

 

 

 

Grupo de Apoio à Cessação do Tabagismo Bons Ares

O beneficiário fumante interessado em abandonar o vício deve entrar em contato com a FUNDAFFEMG. Ele pode ter acesso a um plano de tratamento personalizado, traçado por clínico geral, pneumologista, psicólogo e assistente social, após exames e avaliações individuais. Caso compareça às consultas propostas, cumpra com as indicações e participe de um grupo de atividade física; a FUNDAFFEMG paga 50% do valor das medicações indicadas.

 

 

 

Se você parar de fumar após...

20 minutos | A pressão sanguínea e pulsação voltam ao normal.

2 horas | Não há mais nicotina no seu sangue.

8 horas | O nível de oxigênio no sangue se normaliza.

2 dias | Seu olfato já percebe melhor os cheiros e seu paladar readquire a capacidade de identificar sabores.

3 semanas |  A respiração fica mais fácil e a circulação melhora. 

5 a 10 anos | O risco de sofrer infarto será igual ao de quem nunca fumou.

..........................................................................................................................................
 [volta página anterior]
 
 
Receba nosso

Boletim Eletrônico


.............................................................................................................................................................................................
Rua Sergipe, 893 . Savassi - BH/MG - CEP:30130-171 . Telefone (31)2103-5858