FUNDAFFEMG - Fundação AFFEMG de Assistência e Saúde

Promoção da saúde com o SEMPRE

No dia 27 de outubro, em Belo Horizonte e Juiz de Fora, 327 beneficiários, entre pais e filhos, participaram de mais um evento do Programa Educando para a Saúde, iniciativa do Serviço de Medicina Preventiva (SEMPRE-FUNDAFFEMG). Por meio de atividades lúdicas, os participantes tiveram acesso a informações para manter sua saúde em dia, que destacaram a importância de ter uma alimentação balanceada e praticar atividades físicas. O projeto é uma das frentes de atuação do SEMPRE, que possui diversas outras iniciativas de promoção da saúde. 

Faça sua parte na luta contra o sarampo

Nos últimos meses, o Brasil tem registrado um número cada vez maior de casos de uma doença até então erradicada no país, o sarampo. Segundo o Ministério da Saúde, até dezembro de 2018 foram registrados mais de 10 mil casos, principalmente nos Estados do Amazonas e Roraima. O dado preocupa tanto porque já houve registros dos primeiros casos no Sudeste quanto porque o sarampo é altamente contagioso e pode ser perigoso à saúde: transmitido pela tosse, espirro, fala ou respiração, pode causar complicações, principalmente em gestantes, bebês e pessoas desnutridas. 

Volta às aulas com saúde

Tudo preparado para a volta às aulas, em fevereiro? Se você acredita que é necessário se preocupar apenas com a matrícula e os materiais escolares e uniformes, saiba que é possível fazer mais. Os pais têm papel crucial na adaptação de seus filhos para o retorno à rotina, por meio da adoção de medidas simples. 

Diagnóstico precoce é a melhor arma contra o câncer de próstata

O câncer de próstata é uma doença silenciosa e, segundo o Instituto Nacional de Câncer (INCA), há estimativa de 68.220 novos casos registrados no Brasil em 2018. É o tipo de câncer mais incidente nos homens, após o câncer de pele não melanoma, em todas as regiões do país. O desafio no combate à doença é garantir que o homem descubra o problema precocemente, o que aumenta as chances de cura, de acordo com a Sociedade Brasileira de Urologia (SBU). Em entrevista, o urologista Dr. Lucas Nogueira, que atende no Centro de Promoção da Saúde (CPS) de Belo Horizonte, fala sobre a doença e repassa algumas orientações aos beneficiários. 

..

Organize-se para uma boa consulta médica


Ter uma consulta de qualidade é responsabilidade apenas do médico? A resposta é "não". Contar com um profissional especializado é importante, mas o beneficiário também precisa adotar uma atitude mais proativa quanto à sua saúde. Mas, qual o papel de quem se senta do outro lado da mesa do consultório? Segundo o projeto Sua Saúde, da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), o beneficiário deve colocar em prática orientações distintas em três momentos: antes, durante e depois da consulta.


Antes

Ao se preparar para ir ao médico, é importante detalhar todos os sintomas e suas características. Para que nada seja esquecido, a dica é anotar tudo em um papel. Também é essencial levar exames que tenha realizado recentemente e todos os medicamentos em uso. Se está em tratamento com outro especialista, essa informação deve ser registrada.

 

Durante

Na consulta, é preciso relatar todos os detalhes da evolução do quadro em que se encontra: quando começou a se sentir mal, quais sintomas apareceram primeiro e o que fez para tentar contorná-los. É crucial responder com clareza às perguntas do médico e não deixar de especificar seus hábitos de vida e suas preocupações.

Caso o profissional de saúde peça exames, o beneficiário pode e deve se informar sobre benefícios, contraindicações e efeitos colaterais. Quando receber o diagnóstico e indicação de tratamento, o beneficiário deve saber todos os detalhes da opção sugerida pelo médico. Pergunte qual sua duração, se a alternativa escolhida tem boa taxa de sucesso e o que precisa observar para constatar uma melhora. Também questione se há outras opções de tratamento e, ainda, para não se esquecer dos detalhes dessa conversa, anote as principais informações.

 

Depois

É importante verificar se foi estabelecida uma data de retorno e comparecer no dia correto. Também fique atento à evolução do quadro clínico e, se não houver melhora, procure novamente o seu médico. Adote, ainda, a autocrítica e o autocuidado: pense naquilo que você pode fazer para contribuir com o sucesso do tratamento. Dessa forma, você faz sua parte para garantir sua saúde.

..........................................................................................................................................
 [volta página anterior]
 
 
Receba nosso

Boletim Eletrônico


.............................................................................................................................................................................................
Rua Sergipe, 893 . Savassi - BH/MG - CEP:30130-171 . Telefone (31)2103-5858