FUNDAFFEMG - Fundação AFFEMG de Assistência e Saúde

Promoção da saúde com o SEMPRE

No dia 27 de outubro, em Belo Horizonte e Juiz de Fora, 327 beneficiários, entre pais e filhos, participaram de mais um evento do Programa Educando para a Saúde, iniciativa do Serviço de Medicina Preventiva (SEMPRE-FUNDAFFEMG). Por meio de atividades lúdicas, os participantes tiveram acesso a informações para manter sua saúde em dia, que destacaram a importância de ter uma alimentação balanceada e praticar atividades físicas. O projeto é uma das frentes de atuação do SEMPRE, que possui diversas outras iniciativas de promoção da saúde. 

Faça sua parte na luta contra o sarampo

Nos últimos meses, o Brasil tem registrado um número cada vez maior de casos de uma doença até então erradicada no país, o sarampo. Segundo o Ministério da Saúde, até dezembro de 2018 foram registrados mais de 10 mil casos, principalmente nos Estados do Amazonas e Roraima. O dado preocupa tanto porque já houve registros dos primeiros casos no Sudeste quanto porque o sarampo é altamente contagioso e pode ser perigoso à saúde: transmitido pela tosse, espirro, fala ou respiração, pode causar complicações, principalmente em gestantes, bebês e pessoas desnutridas. 

Volta às aulas com saúde

Tudo preparado para a volta às aulas, em fevereiro? Se você acredita que é necessário se preocupar apenas com a matrícula e os materiais escolares e uniformes, saiba que é possível fazer mais. Os pais têm papel crucial na adaptação de seus filhos para o retorno à rotina, por meio da adoção de medidas simples. 

Diagnóstico precoce é a melhor arma contra o câncer de próstata

O câncer de próstata é uma doença silenciosa e, segundo o Instituto Nacional de Câncer (INCA), há estimativa de 68.220 novos casos registrados no Brasil em 2018. É o tipo de câncer mais incidente nos homens, após o câncer de pele não melanoma, em todas as regiões do país. O desafio no combate à doença é garantir que o homem descubra o problema precocemente, o que aumenta as chances de cura, de acordo com a Sociedade Brasileira de Urologia (SBU). Em entrevista, o urologista Dr. Lucas Nogueira, que atende no Centro de Promoção da Saúde (CPS) de Belo Horizonte, fala sobre a doença e repassa algumas orientações aos beneficiários. 

..

Divirta-se nas festas de fim de ano com saúde


Fim de ano é sinônimo de celebração, já que o período estimula a confraternização e comunhão entre as pessoas. Normalmente, acontecem encontros em diversos tipos de ambientes, principalmente em casa e no trabalho, mostrando como é importante partilhar os bons momentos vividos com aqueles que amamos. 

Porém, não é só isso que torna essa ocasião muito atrativa. A mesa farta, sem dúvida, é mais um importante protagonista neste período!

Acompanhando isso, vem à tona a seriedade de permanecer atento aos vilões que se escondem no preparo da maioria dos pratos.

Segundo a Dra. Dóris Diniz do Nascimento, clínica da FUNDAFFEMG, é preciso evitar o consumo excessivo de sal e de pratos gordurosos  pois eles podem levar ao aumento da pressão arterial e dos níveis de colesterol. O açúcar branco refinado também é outro ingrediente que merece atenção redobrada, já que pode alterar os índices de glicemia. “O cuidado deve ser ainda maior se a pessoa é portadora de hipertensão, diabetes ou pré-diabetes, portadora de colesterol ou triglicérides elevados, de doença diverticular ou de outros problemas intestinais.”, alerta.

Há quem não acredite na existência de perigo nas opções menos calóricas. Engana-se! É preciso realizar a higienização das frutas, verduras e legumes que não forem cozidos para diminuir o risco de contaminação alimentar. “Também é importante se hidratar, principalmente porque esse período é caracterizado por altas temperaturas”, orienta a Dra. Dóris. Ela destaca que até mesmo o consumo de bebidas alcoólicas deve ser moderado, tendo em vista que o álcool desidrata. No entanto, a água acompanha muito bem os vinhos.


Sem ansiedade

Apesar do momento de alegria e celebração que a ocasião proporciona, também é possível surgir um sentimento de tristeza e ansiedade, causados justamente pelo descontentamento durante a autoavaliação ou por desentendimentos familiares. 

A orientação da Dra. Dóris para situações como essa é manter a calma. “O ideal é se organizar para estabelecer novas metas, em vez de tentar concluir tudo no pouco tempo que resta. Também é importante conhecer os próprios limites. Com calma e prudência é possível manter a saúde mental”, completa.


 

Algumas dicas:

  • Respeite seus limites na hora de comer; 
  • Perceba suas limitações durante os diálogos e interações com outras pessoas. Caso sinta algum incômodo, procure outra roda de conversa;
  • Faça uma avaliação médica antes do início das festas para checar pressão arterial, glicemia e outros fatores de risco;
  • Organize as tarefas comuns relativas ao fim de ano, como por exemplo a compra de presentes. Assim, você evita saídas e estresse de última hora, livrando-se de ambientes fechados e com muitas pessoas, o que diminui as chances de adoecer. 

 

..........................................................................................................................................
 [volta página anterior]
 
 
Receba nosso

Boletim Eletrônico


.............................................................................................................................................................................................
Rua Sergipe, 893 . Savassi - BH/MG - CEP:30130-171 . Telefone (31)2103-5858