FUNDAFFEMG - Fundação AFFEMG de Assistência e Saúde

Sinal verde para a segurança no trânsito

A cada ano, acidentes de trânsito matam 1,25 milhão de pessoas em todo mundo, segundo informações da Organização das Nações Unidas (ONU). Por isso, a ONU incluiu, em sua agenda para a prosperidade em 2030, um Objetivo de Desenvolvimento Sustentável (ODS) voltado a reduzir pela metade, até 2020, a taxa de mortes dessa natureza. Infelizmente, o Brasil está longe de alcançar a meta.

 

Viver com saúde na terceira idade

Segundo a Dra. Dóris Diniz Nascimento, geriatra da FUNDAFFFEMG, a qualidade de vida na velhice é sustentada por quatro pilares: alimentação saudável, atividade física regular, equilíbrio emocional/mental e equilíbrio financeiro. “Se o idoso tem esses pilares bem estabelecidos, as limitações físicas comuns do envelhecimento vão ficando para mais tarde”, orienta. Para a especialista, as quatro frentes também são decisivas para proporcionar autonomia às pessoas com mais de 60 anos.

Vamos falar sobre meningite?

A cada caso de meningite noticiado na imprensa, um movimento costuma ser comum: correr para garantir a imunização das crianças. A preocupação é legítima. A doença é grave, demanda internação hospitalar para o tratamento e é mais comum entre os menores de 5 anos. Mas é preciso ter em mente que não há, atualmente, surto (aumento considerável em local específico) de meningite ou epidemia (ocorrência em várias regiões ao mesmo tempo) no Brasil.

Prato cheio de saúde

Qual é a fórmula da saúde? A resposta pode variar nos detalhes, mas sempre passa pela dupla: alimentação saudável e prática regular de exercícios físicos. Adotar esses hábitos pode parecer uma tarefa simples, apesar de muitos brasileiros ainda terem dificuldade em manter uma rotina que faça bem ao corpo e à mente. E é esse um dos fatores que contribuem para que 1 em cada 5 brasileiros moradores de capitais tenha obesidade, como revela uma pesquisa do Ministério da Saúde, realizada em 2017.

..

Tempo de férias, época de brincadeiras


Fim de ano, início do verão e das férias escolares. O período de descanso das crianças pode ser utilizado pelos pais para o incentivo ao ato de brincar, hábito importante para estimular o desenvolvimento psicomotor dos pequenos. 

Segundo os especialistas, a atitude potencializa as habilidades cognitivas, emocionais, sociais e fonéticas. Para o pediatra Dr. Waldemar Savassi, que atende no CPS, é essencial que os pais reservem um tempo para estar com seus filhos durante as férias. “O ideal é que a família programe alguns dias de descanso para viajar ou realizar as atividades preferidas das crianças. É um momento para estimular essa convivência mais próxima”, diz.


CUIDADOS COM A INTERNET
Para o pediatra, um dos maiores riscos das férias é o aumento do tempo de internet e da possibilidade de contato com conteúdos impróprios para a idade. Por isso, a recomendação é que os pais aproveitem a oportunidade para conhecer o que seus filhos mais gostam de fazer no mundo virtual. “É essencial limitar o uso da internet para até duas horas por dia”, afirma.

No lugar dos eletrônicos, estimule outros programas e brincadeiras. Organize idas ao cinema, teatro e parques. Faça caminhadas e ande de bicicleta com a criança. A Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) defende que as atividades ao ar livre devem ser realizadas pelo menos três vezes por semana.

Dr. Savassi ressalta que o mais importante é que os pais interajam com os filhos. “Estimule a leitura e faça sessões de contação de histórias em casa, comentando os aprendizados de cada fábula. Se tiver pouco tempo com as crianças, aproveite para participar de jogos que estimulem o raciocínio lógico”, orienta.

Algumas dicas para movimentar as férias das crianças:
JOGOS DE TABULEIRO: Uma ótima oportunidade para envolver toda a família é convidá-la a participar de jogos de tabuleiro. Procure alternativas que contribuam para o desenvolvimento do raciocínio lógico e da memória.

ACAMPANDO EM CASA: Não dá para viajar? Sem problemas, dá para se divertir em casa mesmo, brincando de acampar: com dois ou três lençóis e algumas cadeiras, a barraca fica garantida. Dentro dela, coloque tapetes, almofadas, livros e brinquedos preferidos. Está pronto um cantinho para ler e brincar com as crianças.

TEATRO: Um grande estímulo à imaginação! Incentive as crianças a criar uma história bem legal, com personagens e diálogos. Nem todos precisam escrever: alguns podem desenhar o cenário, e outros podem escolher as roupas que vão ser usadas – lenços, perucas, sapatos e máscaras, por exemplo. A turma deve ensaiar e, depois que tudo estiver decorado, é só fazer maquiagens bem legais e convidar parentes e vizinhos para assistir ao espetáculo.
 

 

..........................................................................................................................................
 [volta página anterior]
 
 
Receba nosso

Boletim Eletrônico


.............................................................................................................................................................................................
Rua Sergipe, 893 . Savassi - BH/MG - CEP:30130-171 . Telefone (31)2103-5858