FUNDAFFEMG - Fundação AFFEMG de Assistência e Saúde

Conte com a FUNDAFFEMG para viajar de férias com segurança

O mês de julho marca a temporada de férias escolares, período em que muitas famílias têm uma folga para viagens. É comum que o planejamento inclua escolher o destino ideal, reservar o hotel e o transporte, além de listar todas as atrações que merecem uma visita.

É possível viver bem com diabetes

Quando recebeu o diagnóstico de diabetes, Júnia Botelho Estrela e sua família tiveram medo. Afinal, estavam diante de uma doença popularmente conhecida por suas complicações. “No início foi desesperador, mas, com o tempo, entendi que é possível conviver com a diabetes”, lembra a servidora pública. Assim como Júnia, outros 16 milhões de brasileiros lidam diariamente com a doença, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS).

Saiba quais são e como evitar as doenças do inverno

O inverno começa em 21 de junho, mas, na prática, as frentes frias que derrubam as temperaturas, principalmente nas regiões Sul e Sudeste, já estão a todo vapor. Para se sentirem mais confortáveis nesse período, muitas pessoas abrem o armário em busca de um bom casaco, ao mesmo tempo em que fecham portas e janelas. O resultado? Maior incidência de algumas doenças.

Apoio para a escolha certa

Imagine contar com apoio necessário para fazer uma escolha profissional adequada. Adicione oportunidades de conversar sobre os temas que mais causam angústia, medo e ansiedade na juventude.

..

Gripe 2019: Vacine-se antes do inverno


O outono já começou e, no período, cresce a incidência de gripes ocasionadas pelo vírus influenza. Como ele sofre mutações, a vacina contra a doença precisa ser atualizada  anualmente, a fim de combater, de forma efetiva, todas as variedades sazonais do microrganismo.

CAMPANHA DA GRIPE 2019 - FUNDAFFEMG

A FUNDAFFEMG disponibiliza a vacina para seus beneficiários: entre 24 e 30 de abril, eles receberão, sem custo, a opção quadrivalente. Basta apresentar documento de identidade com foto, carteira da FUNDAFFEMG e cartão de vacinação (entregue em campanhas anteriores) nos locais indicados no site www.fundaffemg.com.br.

O vírus influenza age nas vias respiratórias causando os conhecidos sintomas de tosse, dor de garganta e expectoração, além de sintomas sistêmicos como febre e dores musculares. Se não cuidado adequadamente o quadro pode evoluir e se agravar, inclusive com risco de óbito.

A partir das recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS), a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) definiu a composição das vacinas contra o influenza a serem aplicadas no Brasil. Segundo o infectologista e consultor médico do Grupo São Marcos, Adelino de Melo, a quadrivalente é a mais completa. “Além de proteger contra os vírus H1N1 e H3N2, ela também imuniza contra dois tipos do influenza B.”

De acordo com as orientações do Ministério da Saúde, é fundamental que as pessoas se vacinem no outono para estarem protegidas durante o inverno, quando os diversos vírus influenza circulam com maior intensidade. Segundo Dr. Adelino, o organismo leva, em média, de duas a três semanas para criar os anticorpos que geram proteção. “A vacina quadrivalente é indicada para todas as pessoas a partir de seis meses de vida, principalmente aquelas com maior risco de complicações ocasionadas pela forma grave da doença”, afirma.

 

Efeitos colaterais

Os efeitos mais comuns da vacina contra a gripe ocorrem no local da aplicação: há casos de dor localizada, endurecimento e vermelhidão, que podem durar até 48 horas. Mais raramente, a vacina pode ocasionar reações sistêmicas, como febre e dores musculares.

 

Contraindicações

Pessoas com história de alergia grave ao ovo de galinha, com sinais de anafilaxia, devem receber a vacina em ambiente com condições de atendimento de reações anafiláticas e permanecer em observação por pelo menos 30 minutos. No caso de história de síndrome de Guillain-Barré (SGB) até seis semanas após a dose anterior da vacina, recomenda-se avaliação médica criteriosa sobre o risco-benefício antes de administrar nova dose.

 

Tabela de vacinação

Grupo etário

Dose

Nº de doses

Orientação para vacinação

6 a 35 meses

0,25 ml

1 ou 2*

Vacinação em clínicas particulares, solicitando reembolso à FUNDAFFEMG.

3 a 8 anos

0,5 ml

1 ou 2*

No caso de duas doses, a 1ª será realizada pela Campanha, e a 2ª será por meio de reembolso.

A partir de 9 anos

0,5 ml

1

Vacinação pela Campanha.

 

* São necessárias duas doses, caso a criança esteja sendo imunizada pela primeira vez. A segunda dose deve ser dada com 30 dias de intervalo com relação à data de administração da primeira dose.

 

Reembolso para localidades onde não haverá Campanha

Os beneficiários FUNDAFFEMG-Saúde que residem em localidades onde não haverá a Campanha poderão solicitar o reembolso, se tomarem a vacina no período de realização da ação em clínicas particulares, respeitando as faixas etárias indicadas para imunização. O recibo para reembolso deverá ser encaminhado para a FUNDAFFEMG, de acordo com os critérios do Plano de Saúde. Será reembolsado o valor da tabela FUNDAFFEMG. Valor reembolsado:R$56,00 (cinquenta e seis reais). 

Para mais informações ou dúvidas ligue: (31) 2103-5858.

..........................................................................................................................................
 [volta página anterior]
 
 
Receba nosso

Boletim Eletrônico


.............................................................................................................................................................................................
Rua Sergipe, 893 . Savassi - BH/MG - CEP:30130-171 . Telefone (31)2103-5858