FUNDAFFEMG - Fundação AFFEMG de Assistência e Saúde

Quando o excesso se torna um transtorno

Em que ponto comprar demais, comer muito ou jogar videogame em excesso pode se tornar um problema? Todo cuidado é pouco quando se trata de prevenir um comportamento que pode trazer graves prejuízos à saúde: a compulsão.

Cuidado com o peso das mochilas escolares

A cada ano que passa, aumenta o peso que crianças e adolescentes carregam, literalmente. À medida que as disciplinas escolares se diversificam, cresce a quantidade de objetos na mochila, assim como as responsabilidades. Cadernos, livros, lanche e outros materiais escolares, que devem ser levados todos os dias, acabam por representar um risco à saúde dos estudantes. O motivo? A carga que ombros, braços e costas precisam suportar.

Preparação para a chegada do bebê

Em junho de 2019, a vida da assistente social Karina Siqueira mudou completamente. O motivo da transformação tem um nome: Bernardo. O recém-nascido chegou ao mundo de forma planejada e com muita saúde. Para a mãe de primeira viagem, foi importante ter o apoio familiar e médico durante a gravidez, que lhe deu segurança e tranquilidade. “Foi fundamental contar com a assistência da FUNDAFFEMG durante todo o pré-natal”, diz.

O caráter solidário da FUNDAFFEMG

A FUNDAFFEMG é um plano de autogestão, pois está vinculado a uma categoria profissional e não possui fins lucrativos. Isso leva a um modo de funcionar específico, em que se destaca a solidariedade: os beneficiários compartilham entre si os custos provenientes do atendimento médico-hospitalar do grupo, em um sistema de mútua ajuda, o de rateio, conforme definido em regulamento próprio.

..

Vamos falar sobre meningite?


A cada caso de meningite noticiado na imprensa, um movimento costuma ser comum: correr para garantir a imunização das crianças. A preocupação é legítima. A doença é grave, demanda internação hospitalar para o tratamento e é mais comum entre os menores de 5 anos. Mas é preciso ter em mente que não há, atualmente, surto (aumento considerável em local específico) de meningite ou epidemia (ocorrência em várias regiões ao mesmo tempo) no Brasil.

Entenda a doença

A meningite é uma inflamação das membranas (meninges) que revestem o cérebro e a medula espinhal. A infecção pode ser causada por diversos tipos de vírus, bactérias, fungos ou parasitas. As mais comuns são as meningites virais, que ocorrem no verão e na primavera, e as bacterianas, principalmente no outono e inverno. “A doença é endêmica no Brasil, ou seja, pode acometer parte da população ao longo de todo ano, mas não se registra surto ou epidemia”, explica o pediatra do Centro de Promoção da Saúde da FUNDAFFEMG, Dr. Waldemar Savassi.

A transmissão pode ocorrer por meio de gotículas de saliva, de secreções nasais ou do contato com objetos contaminados. Por isso, é preciso alguns cuidados para a prevenção. “Deve-se evitar aglomerações, ambientes fechados e contato com pessoas infectadas. Também é extremamente importante o cuidado com a higiene das mãos. Essa é uma orientação que os pais devem dar aos filhos desde cedo. Temos que repetir sempre: é preciso lavar corretamente as mãos e usar álcool 70 graus”, orienta Dr. Savassi.

 

Vacinas

O tipo mais comum de meningite é a C (meningocócica), contra a qual há vacina disponível no Sistema Único de Saúde (SUS). Ela é administrada na infância, devendo-se seguir o calendário de vacinação. O SUS também disponibiliza as seguintes imunizações contra outros tipos da doença: Pneumococo 10 valente, Influenza B e BCG. “As vacinas da rede pública cobrem os casos mais frequentes no nosso meio”, comenta Dr. Savassi.

Há, ainda, vacinas complementares, oferecidas em clínicas particulares, contra os tipos B e ACWY. “Caso a família tenha condições financeiras, o ideal é que se façam também as imunizações da rede particular”, completa.

 

Atenção aos sintomas

• Entre os recém-nascidos e bebês de baixa idade que ainda mamam: irritabilidade, choro, vômitos, perda de apetite, prostração, moleira protuberante e hipotermia.

• Crianças maiores, jovens e adultos: mal estar, vômitos, fotofobia, confusão mental, cefaleia, febre, convulsões e rigidez de nuca.

..........................................................................................................................................
 [volta página anterior]
 
 
Receba nosso

Boletim Eletrônico


.............................................................................................................................................................................................
Rua Sergipe, 893 . Savassi - BH/MG - CEP:30130-171 . Telefone (31)2103-5858