FUNDAFFEMG - Fundação AFFEMG de Assistência e Saúde

Plantão FUNDAFFEMG | Recesso de carnaval 2020

Informamos que, em razão do recesso de carnaval, não haverá expediente nos dias 24, 25 e no período da manhã do dia 26/02/2020.

A FUNDAFFEMG retoma seu funcionamento normal no dia 26/02 às 13h.
Durante esse período, em casos de urgência e emergência você pode entrar em contato com a FUNDAFFEMG ligando para os telefones do nosso plantão de atendimento:  (31) 99142-6549 ou (31) 99142-1190.

Caso tenha exames ou procedimentos agendados para alguma dessas datas, realize o processo de autorização com antecedência.

Infecção por Coronavírus

O Coronavírus (Corona viridae) é conhecido desde a década de 1960. Existem 4 gêneros do vírus e, destes, Alfa e Beta são os mais importantes e responsáveis pela contaminação do ser humano. O hospedeiro mais conhecido é o morcego.

Corpo ativo em 2020

Quando o ano começa, é comum muitas pessoas prometerem a si mesmas que vão praticar mais atividades físicas. O sentimento de ter exagerado nas festas e nas férias de janeiro mostra que é hora de deixar o sedentarismo de lado.

Saiba como aproveitar o Carnaval com bem-estar

A cada ano, a impressão de quem vive em Belo Horizonte é de que o Carnaval inicia mais cedo. A festa popular tem se fortalecido ao longo dos anos na capital mineira, com o crescimento dos blocos de rua. Só em 2019, por exemplo, o evento atraiu 4,3 milhões de pessoas, segundo a Prefeitura.

..

Saiba como agir diante de emergências


Você sabe o que fazer em caso de urgência ou emergência? Antes de qualquer coisa, mantenha a calma e ligue imediatamente para o SAMU ou o Corpo de Bombeiros pelo 192 ou 193. Os pro­fissionais irão te orientar sobre como proceder e te auxiliar na verificação dos sinais vitais da vítima, como respiração e pulso. Para que você tenha uma ideia de como proceder, convidamos o tenente Raul Souza dos Santos, do 3º Batalhão de Bombeiros Militares, para explicar como agir em quatro situações.

DESMAIO

O desmaio pode ser causado por diversos motivos. Caso presencie uma situação destas, ligue para a emergência e, seguindo as orientações, monitore os sinais vitais da pessoa. “É importante que ela esteja acompanhada até que o atendimento médico chegue. Se recuperar a consciência é importante fazer algumas perguntas para avaliar se a vítima apresenta algum déficit neurológico”, explica. Outra dica importante: evite aglomerações de pessoas.

 

CRISE EPILÉTICA

Quem sofreu uma crise deste tipo pode apresentar, além da perda de consciência, movimentos bruscos e involuntários do corpo. Por isso, o principal conselho do Corpo de Bombeiros é proteger o corpo para que a pessoa não se machuque. Retire adornos e objetos próximos, posicione algo macio abaixo da cabeça e, caso haja secreção saindo pela boca da vítima, vire seu corpo de lado com cuidado e com a ajuda de outras pessoas. Não insira nenhum objeto na boca da pessoa, pois isso pode feri-la ou aumentar o risco de aspiração de líquidos, como saliva. A região da boca deve permanecer seca para facilitar a entrada de ar e evitar a aspiração de líquidos pelas vias aéreas. Outra dica importante é afrouxar-lhe as roupas.

 

ENGASGAMENTO

Em geral, essas situações ocorrem quando um corpo estranho obstrui as vias respiratórias superiores. A Manobra de Heimlich auxilia na liberação do fluxo de ar. Confira seu passo a passo:

• Posicione-se atrás da vítima e coloque os braços ao redor de seu corpo.

• Coloque uma das mãos fechada sobre a boca do estômago da vítima. A outra mão deve vir por cima, aberta e firme.

• Realize algumas vezes o movimento de compressão em J, na ordem inversa do fluxo do alimento – de baixo para cima, até que a pessoa elimine o que estava impedindo sua respiração.

• Em bebês: posicione a criança de bruços, colocando os dedos anelar e indicador em seu queixo e o restante da mão no peito. Com a outra mão, faça cinco compressões nas costas.

 

AFOGAMENTO

Esse tipo de ocorrência é extremamente comum em cachoeiras. Ao presenciar a situação, ofereça algum suporte para que, de fora da água, você ajude a pessoa a retornar à superfície com segurança, como boia, corda ou até mesmo um galho firme. “Não aconselhamos que leigos se aproximem da vítima, que estará em pânico e pode puxar o corpo de quem está tentando ajudar”, alerta o tenente Raul. Ao sair da água, deite a vítima de lado, com a parte direita para o alto e a cabeça flexionada para baixo, e entre em contato com o SAMU ou com o Corpo de Bombeiros imediatamente.

 

 

 

 

 

 

 

..........................................................................................................................................
 [volta página anterior]
 
 
Receba nosso

Boletim Eletrônico


.............................................................................................................................................................................................
Rua Sergipe, 893 . Savassi - BH/MG - CEP:30130-171 . Telefone (31)2103-5858