FUNDAFFEMG - Fundação AFFEMG de Assistência e Saúde

Coronavírus

Confira algumas perguntas e respostas sobre a doença que tem causado preocupação em todo o mundo. 

Campanha da Vacinação contra a gripe 2020 | Data adiada

Em razão da pandemia, o laboratório SANOFÍ, que fornece a vacina quadrivalente da nossa campanha, informou, hoje (26 de março), que não conseguirá cumprir com a entrega das doses no tempo negociado em contrato.  Estamos negociando uma nova data e em breve comunicaremos em nossos canais de comunicação.

Salientamos que o Ministério da Saúde iniciou em 23 de março sua campanha, com a distribuição do tipo trivalente da vacina. Esta primeira fase contempla idosos e profissionais de saúde. A partir do dia 16 de abril, será a vez dos doentes crônicos e, em 9 de maio, crianças (entre 6 meses e 6 anos).  As pessoas do grupo de risco, caso queiram antecipar a sua vacinação, procurem o local mais próximo a sua residência.

 

Medidas preventivas no combate ao Coronavírus

Confira aqui a fala do Diretor de Assistência à Saúde, Sr. Antônio Caetano e acesse o EU SAÚDE FUNDAFFEMG:

 

Orientações de cuidado sobre o Coronavírus

Clique no banner e confira nota oficial da Fundaffemg sobre o avanço do Coronavírus:

 

..

Campanha da Vacinação contra a gripe 2020 | Data adiada


Em razão da pandemia, o laboratório SANOFÍ, que fornece a vacina quadrivalente da nossa campanha, informou, hoje (26 de março), que não conseguirá cumprir com a entrega das doses no tempo negociado em contrato.  Estamos negociando uma nova data e em breve comunicaremos em nossos canais de comunicação.

Salientamos que o Ministério da Saúde iniciou em 23 de março sua campanha, com a distribuição do tipo trivalente da vacina. Esta primeira fase contempla idosos e profissionais de saúde. A partir do dia 16 de abril, será a vez dos doentes crônicos e, em 9 de maio, crianças (entre 6 meses e 6 anos).  As pessoas do grupo de risco, caso queiram antecipar a sua vacinação, procurem o local mais próximo a sua residência.

 

Confira abaixo o conteúdo sobre a importância da vacinação contra a gripe no contexto da pandemia do Covid-19

 

 

Vacina contra a gripe na luta contra o Covid-19

 

 

 

O ano de 2020 reserva um grande desafio a todos nós. A Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou que o mundo vive uma pandemia do novo coronavírus, o Covid-19. Diante das recomendações mais recentes que sugerem uma série de mudanças em nossa rotina diária para evitar a propagação do novo vírus, há algo mais que você, beneficiário, pode fazer. E isso envolve outra doença, a gripe.

Vamos lá, a gente explica. Antes mesmo de o inverno começar, é comum registrar o aumento de casos da enfermidade causada pelo vírus influenza. Com sintomas parecidos aos do novo coronavírus, já pensou como fica difícil para os serviços de saúde detectar o problema e tratá-lo corretamente?

É por isso que o Ministério da Saúde recomenda a todos a imunização contra a gripe, que é a forma mais eficaz de prevenir contra doença. “A vacina é a forma mais prática, fácil e eficaz de proteção contra o influenza”, esclarece o infectologista Dr. Argus Leão Araújo. Com essa medida, serviços de saúde poderão ter foco total no combate a essa nova ameaça.

 

 

Por que se vacinar?

 

 

 

A imunização contra a gripe precisa ser renovada a cada ano, porque a composição da vacina pode mudar – incluindo agentes de novas mutações do vírus influenza. “Além disso, ela é capaz de proteger o indivíduo por no máximo um ano”, ressalta o dr. Argus.

E, ao contrário do que muita gente supõe, a vacina não causa a gripe, esclarece o dr. Argus. “A imunização se dá graças às proteínas do vírus influenza – e não por ele inteiro. Portanto, ela é incapaz de provocar a doença. O que costuma acontecer é a pessoa se infectar com o vírus da gripe, por meio do contato com algum doente, logo depois de tomar a vacina. Como o período de incubação da enfermidade costuma ser de apenas dois ou três dias, a doença vem antes de a vacina iniciar sua proteção”, acrescenta.

 

“Os vírus respiratórios circulam mais nos meses frios, o que nos obriga a ficar mais atentos aos hábitos de higiene pessoal e à etiqueta da tosse. É importante lavar as mãos com frequência, evitar aglomerações e proximidade com pessoa que esteja tossindo ou espirrando, além de não tossir em cima das mãos – o ideal é usar o braço.” – Dr. Argus Leão Araújo, infectologista

  

 

Guia rápido sobre a Campanha de Vacinação FUNDAFFEMG

 

 

 

  • Vacina aplicada: a FUNDAFFEMG oferece a quadrivalente – a mais completa, que protege contra os vírus H1NI, H3N2 e dois tipos da influenza B.
  • Contraindicações: pessoas que padecem de alguma doença aguda, principalmente febril, além de bebês que ainda não completaram seis meses de vida. Quem já teve algum tipo de reação grave à vacina ou tem alergia a ovo pode se imunizar, mas em ambiente controlado (como hospital).
  • Podem ocorrer efeitos colaterais no local da aplicação, como vermelhidão e endurecimento. Esses incômodos duram até 48 horas.

 

..........................................................................................................................................
 [volta página anterior]
 
 
Receba nosso

Boletim Eletrônico


.............................................................................................................................................................................................
Rua Sergipe, 893 . Savassi - BH/MG - CEP:30130-171 . Telefone (31)2103-5858