FUNDAFFEMG - Fundação AFFEMG de Assistência e Saúde

Use as máscaras corretamente

Até 25 de maio, o Brasil registrou o total de 363.211 casos de contaminação pelo novo coronavírus em todo o país, segundo informações do Ministério da Saúde. Até aquele momento, 22.666 mortes foram provocadas pela Covid-19. Em Minas Gerais, são 6.668 casos e 226 mortes.

Os riscos de uma doença silenciosa

Todo mês, uma em cada dez brasileiras sofre na pele os efeitos negativos da endometriose, muitas delas sem saber que têm a doença, pelo fato de confundirem as cólicas e dores abdominais com sinais da tensão pré-menstrual. A estimativa é feita pelo Ministério da Saúde, que alerta para a importância de se investigar esses sintomas e diagnosticar a patologia inflamatória, que ataca o tecido do útero, os ovários, a bexiga e até mesmo o intestino.

Sempre prontos para atender você

A FUNDAFFEMG tem como um de seus princípios a excelência no relacionamento com nossos beneficiários. Para que estejamos sempre próximos e abertos para o contato com você e sua família, mantemos diversos canais de comunicação e de atendimento que nos apoiam no cumprimento desta diretriz.

Tempo seco e frio são fatores de risco para doenças respiratórias

Nos últimos meses, uma nova doença do trato respiratório alterou a rotina das populações em todo o mundo: a Covid-19, causada pelo novo coronavírus SARS-CoV-2. O isolamento social determinado pelas autoridades locais, o distanciamento mínimo de dois metros entre as pessoas, o uso de máscara e o reforço às medidas de higienização das mãos, com água e sabão ou com álcool 70%, são algumas das medidas obrigatórias para este período.

..

Coronavírus


Confira algumas perguntas e respostas sobre a doença que tem causado preocupação em todo o mundo. 

 

 

O que é?

A doença de coronavírus 2019, ou "COVID-19", é uma infecção causada por um vírus específico chamado SARS-CoV-2. Pessoas com COVID-19 podem ter febre, tosse e dificuldade em respirar. Problemas respiratórios acontecem quando a infecção afeta os pulmões e causa pneumonia.

  

  Quais os sintomas?

 - Febre (99%)

- Tosse

- Sensação de cansaço

- Dificuldade em respirar

- Dores musculares

A maioria das pessoas tem sintomas leves e algumas pessoas não apresentam sintomas.

  

 

Transmissão?

O COVID-19 se espalha principalmente de pessoa para pessoa, semelhante à gripe. Isso geralmente acontece quando uma pessoa doente tosse, espirra ou mesmo fala perto de outras pessoas. O COVID-19 parece se espalhar mais facilmente quando as pessoas estão apresentando sintomas, mas é possível espalhá-lo sem e/ou antes de apresentar sintomas.

A infecção também pode ocorrer se uma pessoa tocar uma superfície infectada e depois tocar nos olhos, nariz ou boca. O vírus pode permanecer viável em superfícies por até 6-9 dias.

 

 

Quem está no grupo de maior risco?

Cerca de 80% dos pacientes apresentarão a forma leve da doença e 5% a forma crítica. A mortalidade é variável, de acordo com a população, em torno de 2%. O grupo de maior risco são: idosos, cardiopatas, pneumopatas, diabéticos e portadores de neoplasias.

  

 

Tempo de incubação (tempo da infecção até o início dos sintomas)?

 

  Até 14 dias, média de 5 dias. 

 

 

 

Até quando transmite?

 

Pacientes podem contaminar outros até o sétimo dia desde o início dos sintomas e 72 horas após a melhora dos mesmos.

 

 

O que fazer se apresentar sintomas?

 

Se você tiver febre, tosse ou dificuldade em respirar e puder ter sido exposto ao COVID-19, ligue para seu médico ou na central funda 08/17hs

Se seus sintomas não forem graves, é melhor ligar para seu médico. Ele pode lhe dizer o que fazer e se você precisa ser visto pessoalmente. Se você precisar ir à clínica ou ao hospital, precisará usar uma máscara facial. O atendimento hospitalar deve ser priorizado para os casos de sintomas graves.

 

 

Quem deve fazer o exame?

 

O exame é recomendado para pacientes com sintomas graves, geralmente hospitalizado.

 

 

Tratamento

 

Não existe tratamento específico para o COVID-19. Muitas pessoas poderão ficar em casa enquanto melhoram, mas pessoas com sintomas graves podem precisar ir ao hospital.

 

 

Prevenção

 

-Lave as mãos  com água e sabão com frequência. Isso é especialmente importante depois de estar em público e tocar em outras pessoas ou superfícies. Esfregue as mãos com sabão por pelo menos 20 segundos, limpando os pulsos, as unhas e entre os dedos. Em seguida, lave as mãos e seque-as com uma toalha de papel que você pode jogar fora.

- Se você não estiver perto de uma pia, use um gel para limpar as mãos. Os géis com pelo menos 60% de álcool funcionam melhor. Mas é melhor lavar com água e sabão, se puder.

-Evite tocar seu rosto com as mãos, principalmente a boca, o nariz ou os olhos.

 

-Não use lentes de contato, dê preferência a óculos.

 

-Tente ficar longe de pessoas que tenham algum sintoma da infecção.

-Distanciamento social.  Reuniões, ainda que menores, podem ser arriscadas. Se você precisar estar perto de outras pessoas, lave as mãos com frequência e evite o contato quando puder. Por exemplo, você pode evitar apertos de mão e cumprimentos e incentivar outras pessoas a fazer o mesmo.

-Os especialistas não recomendam o uso de máscara facial se você não estiver doente, a menos que esteja cuidando de alguém que tenha (ou possa ter) COVID-19.

-Limpe regularmente as coisas que são tocadas muito. Isso inclui balcões, mesas de cabeceira, maçanetas, computadores, telefones e superfícies do banheiro.

- Limpe as coisas em sua casa com água e sabão, mas também use desinfetantes em superfícies apropriadas.  

 

 

 

10- Se alguém em sua casa tiver COVID-19 ou suspeita:

 

- Mantenha a pessoa doente afastada das outras pessoas - a pessoa doente deve permanecer em uma sala separada e usar um banheiro separado, se possível. Eles também devem comer em seu próprio quarto.

- Usar máscaras faciais - A pessoa doente deve usar uma máscara facial quando estiver na mesma sala que outras pessoas. 

- Se você estiver cuidando da pessoa doente, também poderá se proteger usando uma máscara facial quando estiver na sala. Isso é especialmente importante se a pessoa doente não puder usar uma máscara.

- Lave as mãos - lave as mãos com água e sabão com frequência

- Use luvas descartáveis ​​ao limpar. Também é uma boa idéia usar luvas quando precisar tocar na roupa, na louça, nos utensílios ou no lixo da pessoa doente.

 

 

Referência: Up to date.

 

 

..........................................................................................................................................
 [volta página anterior]
 
 
Receba nosso

Boletim Eletrônico


.............................................................................................................................................................................................
Rua Sergipe, 893 . Savassi - BH/MG - CEP:30130-171 . Telefone (31)2103-5858