FUNDAFFEMG - Fundação AFFEMG de Assistência e Saúde

O caráter solidário da FUNDAFFEMG

A FUNDAFFEMG é um plano de autogestão, pois está vinculado a uma categoria profissional e não possui fins lucrativos. Isso leva a um modo de funcionar específico, em que se destaca a solidariedade: os beneficiários compartilham entre si os custos provenientes do atendimento médico-hospitalar do grupo, em um sistema de mútua ajuda, o de rateio, conforme definido em regulamento próprio.

Receitas saudáveis para curtir na temporada mais fria do ano

Em julho, o nosso perfil do Instagram trouxe para os seguidores uma seleção de receitas de pratos especiais para o frio. Além de deliciosas, as sugestões são saudáveis e práticas de se preparar. 

 

Mês de luta contra uma doença silenciosa

O mês de julho tem uma cor especial e é dedicado a uma luta importante: em 2019, o governo brasileiro instituiu o Julho Amarelo, movimento para reforçar o combate contra as hepatites virais. O que se busca é envolver a população na prevenção e diagnóstico precoce da doença, caracterizada pela inflamação no fígado. Ela pode ser causada por vírus, por enfermidades autoimunes, metabólicas e genéticas e pelo uso de remédios, álcool e outras drogas.

 

 

É hora de parar de fumar

O perigo é real. Segundo estimativa da Organização Mundial da Saúde (OMS), o tabagismo causou a morte de 100 milhões de pessoas no século 20.

..

Esmaltes para unhas podem causar alergia 


 O Brasil destaca-se, mundialmente, como o segundo maior consumidor de esmaltes. Mas o uso contínuo de alguns desses produtos pode levar, ao longo do tempo, ao desenvolvimento de reações alérgicas no organismo.

Ao comprar esmaltes, o consumidor deve ficar atento. Na hora da compra, verifique atentamente todas as informações que constam no rótulo do produto e na bula. Não compre produtos de procedência duvidosa que geralmente são encontrados em sites de compra coletiva, clubes de desconto ou quaisquer outros meios que disponibilizem produtos com preço muito inferior à média do mercado.

Atualmente, muitos esmaltes passaram a ter em seus frascos o ‘carimbo’ 3FREE. Isso significa que o produto é livre de três substâncias químicas que podem desencadear efeitos alergênicos e que são permitidas pela Anvisa. Essas substâncias são:

• DBP (dibutilftalato): utilizado como plastificante, para dar mais brilho aos esmaltes. O DBP pode ser absorvido pela pele e, de forma geral, se inalado ou ingerido continuamente, pode ocasionar os seguintes sintomas: irritação nas pálpebras, vermelhidão e descamação da pele.

•Tolueno: solvente utilizado para melhorar a aplicação e a secagem rápida do
esmalte. O seu uso no Brasil está em conformidade com o que é adotado na
Europa.
• Formol (formaldeído): um dos principais causadores de alergia. Confere maior durabilidade e fixação ao esmalte.

Muitas mães costumam receber pedidos insistentes das meninas para colorir as unhas. O uso deve ser limitado e esporádico. Crianças menores de dois anos, por exemplo, não devem usar. Como estão na fase oral, as mãos ficam em contato com a boca e a ingestão do produto pode ser prejudicial.

Para as meninas que já são um pouco mais velhas, a sugestão é o uso de produtos especiais para crianças (que são retirados com água e sabão) ou hipoalérgicos. Tirar cutícula também não é recomendado. As crianças têm muito contato com sujeira e terra e a cutícula é uma proteção importante.

Vale destacar que todo cosmético deve ter registro na Anvisa, que pode ser consultado no portal www.anvisa.gov.br. 

(Fonte - Ministério da Saúde)

..........................................................................................................................................
 [volta página anterior]
 
 
Receba nosso

Boletim Eletrônico


.............................................................................................................................................................................................
Rua Sergipe, 893 . Savassi - BH/MG - CEP:30130-171 . Telefone (31)2103-5858