FUNDAFFEMG - Fundação AFFEMG de Assistência e Saúde

Combate e Prevenção da Hanseníase

No último domingo de janeiro, comemora-se o Dia Mundial de Combate à Hanseníase e o Dia Nacional de Combate e Prevenção da Hanseníase, conscientizando a todos sobre os sintomas, os perigos e a importância do diagnóstico precoce da doença. Antigamente, quando os aspectos da enfermidade ainda eram pouco conhecidos, os portadores da hanseníase eram associados a impurezas, sendo excluídos do convívio social. Por isso, a data também ajuda a evitar que mais pacientes sejam vítimas do preconceito.

Fibromialgia

A Fibromialgia é uma doença reumatológica, que provoca dores generalizadas pelo corpo, principalmente nas articulações e nos tendões. O paciente apresenta fadiga, intolerância ao exercício físico e sono não repousante – sensação de continuar cansado, mesmo depois de dormir. Na maioria dos casos, a doença afeta o público feminino. As mulheres entre 30 e 55 anos são as mais atingidas. No entanto, pessoas idosas, crianças e adolescentes também podem desenvolver a síndrome.

Febre Amarela

Minas Gerais está em alerta para os casos de Febre Amarela Silvestre. Se você mora ou vai viajar para regiões de risco, vacine-se!

Mamografia: uma chance para realizar o exame!

De acordo com o Instituto Nacional de Câncer (INCA), o câncer de mama é o que mais afeta a população mundial e brasileira. O percentual só não é maior do que o de pele não melanoma. A última estimativa divulgada pelo instituto era de que 57.960 novos casos fossem diagnosticados no Brasil em 2016/2017. Por essas e outras razões, o câncer de mama tem sido tratado como prioridade da agenda de saúde do país.

..

Esmaltes para unhas podem causar alergia 


 O Brasil destaca-se, mundialmente, como o segundo maior consumidor de esmaltes. Mas o uso contínuo de alguns desses produtos pode levar, ao longo do tempo, ao desenvolvimento de reações alérgicas no organismo.

Ao comprar esmaltes, o consumidor deve ficar atento. Na hora da compra, verifique atentamente todas as informações que constam no rótulo do produto e na bula. Não compre produtos de procedência duvidosa que geralmente são encontrados em sites de compra coletiva, clubes de desconto ou quaisquer outros meios que disponibilizem produtos com preço muito inferior à média do mercado.

Atualmente, muitos esmaltes passaram a ter em seus frascos o ‘carimbo’ 3FREE. Isso significa que o produto é livre de três substâncias químicas que podem desencadear efeitos alergênicos e que são permitidas pela Anvisa. Essas substâncias são:

• DBP (dibutilftalato): utilizado como plastificante, para dar mais brilho aos esmaltes. O DBP pode ser absorvido pela pele e, de forma geral, se inalado ou ingerido continuamente, pode ocasionar os seguintes sintomas: irritação nas pálpebras, vermelhidão e descamação da pele.

•Tolueno: solvente utilizado para melhorar a aplicação e a secagem rápida do
esmalte. O seu uso no Brasil está em conformidade com o que é adotado na
Europa.
• Formol (formaldeído): um dos principais causadores de alergia. Confere maior durabilidade e fixação ao esmalte.

Muitas mães costumam receber pedidos insistentes das meninas para colorir as unhas. O uso deve ser limitado e esporádico. Crianças menores de dois anos, por exemplo, não devem usar. Como estão na fase oral, as mãos ficam em contato com a boca e a ingestão do produto pode ser prejudicial.

Para as meninas que já são um pouco mais velhas, a sugestão é o uso de produtos especiais para crianças (que são retirados com água e sabão) ou hipoalérgicos. Tirar cutícula também não é recomendado. As crianças têm muito contato com sujeira e terra e a cutícula é uma proteção importante.

Vale destacar que todo cosmético deve ter registro na Anvisa, que pode ser consultado no portal www.anvisa.gov.br. 

(Fonte - Ministério da Saúde)

..........................................................................................................................................
 [volta página anterior]
 
 
Receba nosso

Boletim Eletrônico


.............................................................................................................................................................................................
FUNDAFFEMG   |   Rua Sergipe, 893   .   Funcionários   .   30130-171   .   BH/MG   .   Tel (31) 2103-5858   .   Fax (31) 2103-5890